O Alpinista

Conta-se uma história, até certo ponto intrigante, de determinado alpinista que sonhava em conquistar o topo de uma montanha muito alta. Como não conseguiu alguém que o acompanhasse, preferiu fazê-lo só, deixando para trás seus companheiros. Dizem que, durante a escalada, a noite chegou e logo tudo escureceu, de modo que o alpinista não conseguia ver em direção alguma. Ele não havia se preparado para acampar. Em meio a negritude, ao tentar se acomodar em uma encosta da montanha, o alpinista escorregou e precipitou-se no abismo. Atraído pela gravidade, sua velocidade aumentava assustadoramente na queda. Via apenas vultos passando a sua frente, enquanto aumentava a sua sensação de que era o fim. Sua vida, suspensa por uma corda, aguardava apenas o que a sorte lhe havia destinado. Relembrava, em fração de segundos, momentos e aventuras de sua existência. Chegou ao fim da corda e, com um solavanco muito forte, ficou suspenso a imensidão das trevas. Ele nada mais podia fazer naquele momento de solidão e trevas, a não ser clamar a Deus. E foi o que ele fez. Ao suplicar a Deus, uma voz lhe disse: “Corte a corda”. Ao invés de fazer isto, o alpinista segurou a corda com mais firmeza. Novamente, aquela voz lhe disse: “Corte a corda”. Conta a equipe de resgate que, no outro dia, encontraram o alpinista morto, congelado pelo frio, com as mãos agarradas à corda, quase tocando o solo.

 

Reflita por si só. Complete este conto. Tenha coragem para soltar estas amarras e esta corda. Um abraço!

 

Deus te abençoe!

 

Nos adicione nos sites de relacionamento:

MSN: saulodecarlo@hotmail.com

TWITTER: www.twitter.com/saulodecarlo

ORKUT: Juventude R400

YOUTUBE: www.youtube/saulodecarlo2009

 

Comente, pois o que você pensa é muito importante para nós e nos edifica bastante. Se quiser, nos mande os seus estudos ou artigos e divulgaremos aqui no

http://www.saulodecarlo.wordpress.com

 

Paz seja com cada um de vocês!

 

Anúncios