Bom caros leitores,

Essa Aventura que quero postar aqui se deve as minhas experiências como Coordenador de Jovens e Adolescentes da Juventude Quadrangular Região 400 em Cariacica/ES. Nome grande esse né? Por isso se preciso de um título, me chamem Líder da Juventude R400. Uma juventude linda por sinal, daquelas que dá prazer de trabalhar para eles e com eles. Meus presidentes, lideres de suas respectivas igrejas, tem colaborado comigo nesta nossa missão, o que os torna, junto comigo, Lideres da R400. Amo todos vocês!

Nosso trabalho na R400 consiste em promover encontros para nossa juventude se reunir e se divertir adorando a Deus. Temos atuado também com outras regiões promovendo vigílias, 2 delas com o pessoal da 405, coordenador Alcino ficaram marcadas em nossas vidas. Nestes 3 anos a frente da R400 já passaram em nossos eventos, além de nosso pessoal que sem dúvida é o nosso diferencial, o Ministério Sarando a Terra Ferida-RJ, Ministério Semear-ES, Banda Ló-ES, Família GAM-ES, Banda Hora Nona–ES, Pr. Toninho Rondow(Khorus), Pr. Davi Rodrigues-SP, Pr. Wesley Coutinho-ES, Pr. Pedro Cantagalli-MG, Ministério Underground(Missões Portas Abertas), dentre outros talentos e verdadeiros homens e mulheres usados por Deus.

Nestes eventos sempre contamos com ofertas e sem dúvida alguma com a provisão de Deus. Embora sejamos representantes de nossos superiores (Superintendentes), nosso trabalho é voluntário, juntamente com nossa programação que não conta com recursos regionais, senão de nossas próprias igrejas, por isto, volto a afirmar, essa liderança da R400 é totalmente amável. Se eu não tivesse motivos para crer em Deus e confiar em sua provisão, teria depois de me tornar líder da R400. Sempre fui surpreendido por Deus em cada uma destas programações e esses eventos me tornaram mais intimo Dele. Sempre que orçamento as programações, já penso, “Deus vai me honrar com este valor.” Sempre que programamos os eventos, busco sempre orientação de Deus e a sua vontade. O problema é que a visão de Deus é mais ampla e Ele sempre e pede algo que eu não tenho nas mãos. Por isto, confiar em Deus na R400 requer muita fé. Se eu seguisse este ministério por minhas mãos, não seriamos metade do que somos, porém como confiamos em Deus, temos sido noticiados. A minha Superintendente Pastora Erli Coutinho é uma mulher de Deus e tem me dado todo apoio. Porém, se Deus me pede para realizar algo, ele da a orientação a mim, logo, creio que Ele também proverá os recursos. Uma superintendência tem muitos gastos e o que nós queremos é somar com ela e não ser mais um caminho por onde estes gastos escorram. Por isto tenho esta postura de fazer por onde para realizar nossos eventos. É gostoso ver algo acontecer por meio de nossa confiança em Deus e por 3 anos tem sido assim e nisto esperamos não mudar para que a fé caminhe sempre com a motivação. Confesso que algumas vezes (sempre) me preocupo muito com as finanças, visto que não represento a mim, mas um povo, uma denominação, um corpo, um nome, não apenas o nome da Quadrangular, mas o nome de Jesus. E acredito que perdi muito cabelo nestes 3 anos devido a isto (risos). Porém não como não me alegrar ao ser surpreendido por Deus quando o mover do Espírito Santo toma nossas programações, quando vejo jovens e adolescentes se alegrando com o Senhor, se derramando e se divertindo com todo o seu vigor e disposição. Não tem como não me alegrar quando vejo que Deus me pede algo, faço sem saber como farei (risos) e Deus vem e paga a conta (mais risos). Verdade. Loucura ou irresponsabilidade? No meu caso é fé. E se a fé me faz parecer isto, então reclame com Deus sobre isto.

São verdadeiras aventuras. Teve uma vez que fizemos um Congresso. Foi um final de semana com chuvas torrenciais, estava certo de ser 2 dias (sexta e sábado) e nunca vi tanta água como naqueles dias. Rapah (agora já to a vontade por aqui), tinha o Khorus na sexta, o Gam, a Ló, os Pastores no sábado, tinha tanta água que pensei que estaria somente eu e mais uns 40 a 50 jovens, me surpreendi ao ver as caravanas chegando e no meio daquelas águas, o derramar de Deus foi sobrenatural, infinitamente maior que as chuvas (agora os olhos lacrimejaram lembrando), foi demais! Tínhamos jovens caindo no chão, não de meninice, não de bobeira, vimos um agir de Deus e sentimos uma glória invadir a igreja que dá saudades quando lembramos que aquela tarde virou noite sem nem percebermos. Quanto ao lado financeiro? Provisão de Deus, dentre muitos fatos, lembro-me de um irmão (brotherzão) que chegou até a mim enquanto eu descia as escadas após o almoço, me entregando uma oferta sem eu dizer nada, mas ele sentiu de Deus e me abençoou, e aquele dinheiro foi o complemento exato que precisavamos para pagar nossos gastos. Deus é demais!

São muitas histórias, são muitas pessoas, são muitas bênçãos para contar. Outra história que me salta a mente relacionado a esta provisão divina foi em nosso encontro no primeiro semestre deste ano. Eu nunca tinha visto pessoalmente o pastor Pedro Cantagalli e sendo sincero, nunca o havia visto pregar. Eu tinha algumas referencias dele, todas muito boas, porém eu mesmo, não tinha o que falar por não o conhecer. Porém certo dia senti Deus me movendo a convidá-lo para ser nosso palestrante neste encontro. Pensei ser loucura mas naquele dia, tinha que ser ele a ministrar. Somos de Cariacica/ES, ele de Belo Horizonte/MG, dentre o nosso orçamento para aquele evento, teríamos gastos com as passagens também desta vez. E o dinheiro? Pensei: “Saulo você é louco!” Depois relaxei, o Espírito Santo como um amigo que dá um tapinha no ombro me fez relaxar: “eu estou com você nessa meu filho, a idéia foi sua ou minha de trazer o Pedro?” Lembro-me que a musica Sou Humano da Bruna Karla falou fortemente ao meu coração aquela semana. Lembro-me de disfarçadamente sentar em frente a Assembléia Legislativa e sentir este Espírito ministrando fortemente em meu coração. Foi difícil conter. Muito difícil por sinal. Lembro-me de na sexta-feira, dia anterior ao evento, chorar bastante enquanto tomava banho, porém não eram lágrimas de frustração, medo ou algo assim. Eu estava preocupado com o agir de Deus. Estava preocupado em como resolver tudo. Quanta inocência a minha querer entender Deus ou desconfiar Dele. Ele prometeu, Ele cumpre. E vou dizer, foi uma tarde e uma noite memorável. Ganhamos brindes para sorteio, recursos e as passagens do Pedro Cantagalli como presente. Posso te dizer que Deus pegou esse coraçãozinho incrédulo e mostrou que quando Ele falar, só preciso obedecer. Foi incrivelmente impactante o Encontro e infinitamente mais seus preparativos. Cada vez que lembro destes dias, lembro sempre de dizer: Obrigado a Deus.

São muitas histórias a dizer, muitos agradecimentos a fazer e por medo de esquecer de alguém, prefiro citar somente alguns. Estamos findando o nosso terceiro ano juntos e muitos lideres mudaram em suas igrejas, porém o apoio de todos sempre tem sido fundamental. Por isto não posso esquecer daqueles que sempre investiram mais do que o necessário por livre e espontânea vontade. Sendo líder ou não, tendo cargo ou não. A minha pastora e superintendente Erli Coutinho, ao meu tio e pastor Gemilson, aos demais pastores que sempre tem somado, confiado e investido na nossa Coordenação, tais como Pastor Valmir, Pastor Juarez, Pastora Shirley, Pastor Luiz Dávila, Pastora Graça, Pastor Roberval, Pastora Rosa, Pastor Arilson, Pastora Isvaldete, Pastor Edinho, Pastor Geraldo e Pastora Creuzenir. A demais pastores como o Pastor Wesley, minhas tias Pastora Carmem Dea e Pastora Isabel, pastores tal como o Pastor Pedro (Itaquari), sempre perto, pastor Roberto e pastora Divani. Aos meus lideres e amigos que me influenciaram e me ajudaram chegar até aqui: meu irmão Sillas, Claudio Galvão, Marquinhos, Charlinho, Danilão, Rafael, Carlos Junior, Alcino e Marcos Aurélio. A minha linda e maravilhosa Equipe que tem atuado na frente do Combate comigo: Jonatas (você tem sido fundamental cara), Welber (tem crescido a cada dia), Karla (queria ser guerreiro igual você); Daniella, Kleberson, Verônica, Jhony, Paulinha, Flávio, Tricia, João, Leonardo, Bieco, André, Lucas, Dani, Maestro Geovani, Elielder, Brunelinha, Brunella, Mônica, minha mãe Nieta, Eline, Jean, Lemão, Couto, Manu, Elizeu, Barbara, Cezão, Kzão, Jacyara e a todos que estes representam. Quero agradecer as bandas que tem estado conosco e nos abençoado, tais como Hora Nona, Ló, GAM, Banda R400 e nossas bandas locais que a cada encontro tem se superado. Agradeço a todos em especial e me perdoe mesmo se esqueci algum, com certeza este espaço ainda não é definitivo, colocaremos mais nomes cm certeza.

Me ajude a completar e continuar esta história e comente a sua versão da R400. Dê o seu testemunho por aqui se quiser. São muitas histórias e espero um dia concluí-las. Deus os abençoe! Comente e divulgue este espaço. A todos vocês da R400, faltam palavras para me expressar a vocês diante do que Deus fez conosco e ainda fará. Que venha 2011! Então, até mais.

Anúncios