"Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho
unigênito para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas
tenha a vida eterna." (João 3:16)

Amor! 
Uma palavra usada tão banalmente nos dias de hoje, que é
quase tão usual quanto um bom dia que dizemos a alguém na
rua, apenas para pedir uma informação, por exemplo. Recados
de amigos no ORKUT, status no FACEBOOK, paqueras no MSN...

Ah, eu amo fulano; eu amo Sicrano; eu te amo; Não vivo sem
você, amor da minha vida...

Está tão fácil dizer "eu te amo" sem nem conhecer direito a
quem se está presenteando essa declaração.

Sinceramente, a verdadeira essência dessa palavra está se
perdendo no tempo,  onde relacionamentos não são mais
duradouros, casamentos se desfazem com a mesma velocidade
e facilidade que se diz "eu te amo" pela primeira vez.

Essa era digital que vivemos atualmente, onde as pessoas
não têm tempo para manter verdadeiros relacionamentos
interpessoais, está transformando nossas vidas em meras
máquinas de trabalho, de produção em larga escala, muitas
das vezes como um computador e nos fazendo esquecer do
romantismo, da amizade, do carinho e da sinceridade num
relacionamento.

Será que ainda existe amor verdadeiro na humanidade, como
o amor de Deus, que deu Seu único Filho para nos salvar,
amor incondicional como o que o apóstolo Paulo relata em
sua carta aos Coríntios?

Quero acreditar que sim, pois, um relacionamento com amor
verdadeiro é como uma plantação bem irrigada que gera
lindos frutos.

Vamos refletir sobre esse assunto e pedir a Deus que nos
encha desse verdadeiro amor para que possamos retransmiti
-lo, com sinceridade no coração, para todos aqueles a quem
realmente amamos.

Bruno Barbosa
*Missionário do Ministério Para Refletir*

 

Anúncios