II REIIS 4:7 Então veio ela, e o fez saber ao homem de Deus; e disse ele: Vai, vende o azeite, e paga a tua dívida; e tu e teus filhos vivei do resto.

 

Algo me chamou atenção nesta passagem. Não apenas o milagre, pois temos que considerar a provisão de Deus como algo natural em nossas vidas. Não apenas o bom relacionamento da viúva com a vizinhança, pois Deus nos chamou para convivermos em paz com nossos vizinhos. O que me chamou a atenção foi Eliseu dizer para a viúva e os filhos viverem do resto.

Geralmente o resto é a sobra de um montante. Geralmente é o troco. O que me leva a crer que a viúva devia muito e que ela usou no mínimo a metade do azeite para pagar as dividas. Senão o homem de Deus lhe diria: “Vai, vende o azeite, e parte paga a tua divida e parte vivei você e seus filhos.” A ideia era pagar a divida! Mas o Deus mais que abundante dá com sobras que excedem a nossa imaginação. Foi assim na multiplicação do pães também, lembra?

Pois bem, então o pensamento geral é, se você está endividado a um ponto extremo, ainda assim a chance de você pagar as tuas dividas, e Deus lhe dará em uma medida com folga, que você possa usar até 80%, 85% do valor para pagar suas dividas, e os 5%, 10% que sobrarão, lhes serão tanto que Deus lhe permitirá que até mesmo desfrute uma vida somente com esta sobra. Será que alguém deve assim? Se dever, não importa, existe um Deus no céu que supre as nossas faltas e compra nossas dividas. A minha ele comprou e comprará a sua também!

 

Sds em Cristo Jesus,

Saulo de Carlo

Anúncios